Exportações em saúde crescem 8,8% no primeiro trimestre do ano

22.05.2020

Em contraciclo com o comportamento das exportações nacionais de bens 
As exportações em saúde atingiram os 377 milhões de euros no primeiro trimestre de 2020, o que se traduz num crescimento de 8,8%, quando comparado com igual período do ano anterior, de acordo com dados da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), tendo como fonte o Instituto Nacional de Estatística (INE), anunciou esta quinta-feira o Health Cluster Portugal (HCP).

As exportações da área da saúde cresceram, assim, «em contraciclo com as exportações nacionais de bens, que apresentam um decréscimo de 3,3%, em comparação com igual período do ano passado», salienta um comunicado.

Segundo o HCP, estes números surgem «no seguimento dos esforços desenvolvidos por empresas e entidades do sector, no sentido de consolidar a presença de Portugal nos mercados externos», acrescentando a organização que definiu como objetivo, até 2025, «ultrapassar os 2,5 mil milhões de euros de exportações em saúde».

Salvador de Mello, presidente do HCP, considera que este resultado positivo «reflete o dinamismo e o esforço desenvolvido pelo setor, sendo particularmente importante num momento em que a área da saúde tem sido tão desafiada e colocada à prova.

As empresas do cluster têm demonstrado uma forte capacidade de adaptação, assumindo o HCP o seu papel agregador promovendo sinergias entre muitos dos seus associados».

As exportações em saúde atingiram os 377 milhões de euros no primeiro trimestre de 2020, o que se traduz num crescimento de 8,8%, quando comparado com igual período do ano anterior, anunciou o Health Cluster Portugal

Neste valor de exportações estão incluídas a fabricação de produtos farmacêuticos de base, a fabricação de preparações farmacêuticas, a fabricação de equipamento de radiação e electromedicina e a fabricação de instrumentos e material médico-cirúrgico.

Recorde-se que o setor da saúde representa para a economia nacional um volume de negócios anual na ordem dos 30 mil milhões de euros e um valor acrescentado bruto de cerca de nove mil milhões, envolvendo perto de 90 mil empresas e empregando quase 300 mil pessoas.
 
20tm21r
22 de Maio de 2020
2021Pub6f20tm21r

Publicado previamente em  www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 26.05.2020

SPEDM defende inclusão da análise à função tiroideia no rastreio da mulher...

O Grupo de Estudos da Tiroide (GET) da Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolism...

25.05.2020

Governo avalia incentivos financeiros para recuperar atos médicos cancelado...

A ministra da Saúde adiantou este sábado que o Governo está a estudar incentivos financeiros que per...

por Teresa Mendes | 25.05.2020

Insa promove estudo sobre saúde mental e bem-estar em tempos de pandemia 

 O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (Insa) está a promover um estudo para avaliar o...

por Teresa Mendes | 25.05.2020

Quase 20% dos doentes com Covid-19 recuperados permanecem internados 

 Quase 20% dos doentes com Covid-19 recuperados permanecem internados por falta de resposta social....

por Teresa Mendes | 22.05.2020

Publicadas as recomendações de cada especialidade para a retoma assistencia...

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM) solicitou às direções dos colégios de especialidade a elabora...

22.05.2020

Ordem dos Médicos contra voos com lotação completa a partir de junho

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM) está conta a decisão, que diz ser «política», de voltar a ter...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.