Sem confinamento SNS teria de atender três vezes mais doentes graves com Covid-19 

por Teresa Mendes | foto de "DR" https://ec.europa.eu/research | 29.05.2020

Estudo divulgado pela Escola Nacional de Saúde Pública
Se o estado de emergência não tivesse vigorado em Portugal nos primeiros 15 dias de abril, as unidades de cuidados intensivos dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) teriam tido que atender três vezes mais doentes graves com Covid-19.

A conclusão é do grupo de investigação das Políticas de Intervenções do Barómetro Covid-19. Numa atualização da análise do artigo «Timing, adesão e impacto das medidas de contenção da covid-19 em Portugal» divulgado no início do mês de maio, este grupo de investigadores da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP) adverte igualmente que «as 528 camas de cuidados intensivos de que o SNS dispunha na altura – ente os dias 1 e 15 de abril – poderiam não ter sido suficientes para albergar o número de doentes que entrariam nos hospitais».

Se o estado de emergência não tivesse vigorado em Portugal nos primeiros 15 dias de abril, as unidades de cuidados intensivos dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde teriam tido que atender três vezes mais doentes graves com Covid-19

Os autores concluem que o confinamento em Portugal «parece ter sido eficaz na redução da transmissão do SARS-Cov-2, diminuindo assim a demanda por serviços de saúde».

«A ação antecipada deu tempo para o SNS adquirir equipamentos de proteção, aumentar a capacidade de testar e lidar com o aumento da procura hospitalar e de cuidados intensivos causada pela pandemia», reforça a conclusão do estudo que está disponível em preprint aqui.

20tm22q
29 de Maio de 2020
2022Pub6f20tm22q

Publicado previamente em  www.univadis.pt

E AINDA

29.07.2020

Quer o Senhor Ministro formar mais médicos sem as condições adequadas que g...

A plataforma para a formação médica em Portugal  manifesta o seu desagrado e discordância com as dec...

14.07.2020

«Cardiologia»,  uma colecção para profissionais de saúde

«Cardiologia»,  é o título genérico de uma colecção para profissionais de saúde, lançada na próxima...

por Zózimo Zorrinho | 13.07.2020

Recomendação da vacinação antipneumocócica pela SPEDM

«Foi com enorme satisfação que o Movimento Doentes Pela Vacinação (MOVA) recebeu a notícia da recome...

por Zózimo Zorrinho | 13.07.2020

SPMI cria «Prémio Pedro Marques da Silva» 

20zz29a – TM – 2603 c.<br /> <br /> SPMI cria «Prémio Pedro Marques da Silva em Risco Cardiovascul...

por Zózimo Zorrinho | 02.07.2020

Filme «Saúde Digestiva by SPG»

A Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG) está a divulgar o filme «Saúde Digestiva by SPG».<b...

por Teresa Mendes | 30.06.2020

Miguel Pavão é o novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas 

 Miguel Pavão é novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), sucedendo a Orlando Monteiro d...

por Teresa Mendes | 29.06.2020

Fnam teme colapso dos serviços de saúde durante previsível nova vaga de SAR...

A Federação Nacional dos Médicos (Fnam) está preocupada com a ausência de medidas concretas e urgent...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Portugal adquire dois milhões de vacinas contra a gripe

Portugal já garantiu a aquisição de dois milhões de vacinas contra a gripe, revelou esta quarta-feir...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Médicos de saúde pública defendem contratação «urgente» de mais profissiona...

O presidente da Associação Nacional dos Médicos de Saúde Pública (ANMSP) defendeu esta quinta-feira...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.