Morreu um  médico em Portugal vítima de Covid-19

por Teresa Mendes | foto de "DR" OM | 19.06.2020

Ministério da Saúde, Ordem dos Médicos e sindicatos lamentam a perda
Morreu o primeiro médico em Portugal vítima de Covid-19. O profissional, de 68 anos, estava internado há mais de um mês nos cuidados intensivos no Hospital de São José, em Lisboa, e faleceu na madrugada de quinta-feira.

O Ministério da Saúde já lamentou a perda numa nota que expressa «sentidas condolências e votos de pesar à família e amigos».

A informação da morte foi avançada ontem pelo jornal Público e confirmada à TSF pela Federação Nacional dos Médicos.
O profissional de saúde era especializado em Medicina Geral e Familiar e colaborava com a equipa de Gastroenterologia do Hospital de Curry Cabral.

Estava internado nos cuidados intensivos há 40 dias.
«[A morte de um profissional de saúde] é uma situação que seria quase inevitável. Desejávamos chegar ao fim deste combate sem baixas, mas sabíamos que era muito difícil», lamenta Noel Carrilho, da Federação Nacional dos Médicos (Fnam).

Morreu o primeiro médico em Portugal vítima de Covid-19. O profissional, de 68 anos, estava internado há mais de um mês nos cuidados intensivos no Hospital de São José, em Lisboa, e faleceu na madrugada de quinta-feira 

Em declarações à TSF, o presidente da Fnam avança que o médico que acabou por morrer foi contagiado no local de trabalho, sublinhando que a situação vem demonstrar o risco a que os profissionais de saúde estão sujeitos.

«Temos aqui uma prova indubitável que o risco é real e ele tem de ser reconhecido de uma forma muito concreta», alerta.

Mais de 600 médicos infetados

O presidente do Sindicato Independente dos Médicos denuncia que há mais de 600 médicos infetados pelo novo coronavírus. Lamentando a morte do clínico de 68 anos, Roque da Cunha pede que sejam efetuados testes a todos os profissionais e não só aos que apresentam sintomas.

Em declarações à TSF, também o bastonário da Ordem dos Médicos lamenta a «perda importante num momento particularmente relevante da vida dos médicos». «Lamento muito esta perda.

É mais uma pessoa que prestou o seu serviço para salvar» os outros, diz Miguel Guimarães.

20tm25s
19 de Junho de 2020
2025Pub6f20tm25s

Publicado previamente em  www.univadis.pt

E AINDA

29.07.2020

Quer o Senhor Ministro formar mais médicos sem as condições adequadas que g...

A plataforma para a formação médica em Portugal  manifesta o seu desagrado e discordância com as dec...

por Zózimo Zorrinho | 16.07.2020

COVID-19: Testes revelam presença de anticorpos em apenas 1,5% dos membros...

«A testagem de 2571 membros da comunidade académica da Universidade de Lisboa (ULisboa), mostrou a p...

14.07.2020

«Cardiologia»,  uma colecção para profissionais de saúde

«Cardiologia»,  é o título genérico de uma colecção para profissionais de saúde, lançada na próxima...

por Zózimo Zorrinho | 13.07.2020

Recomendação da vacinação antipneumocócica pela SPEDM

«Foi com enorme satisfação que o Movimento Doentes Pela Vacinação (MOVA) recebeu a notícia da recome...

por Zózimo Zorrinho | 13.07.2020

SPMI cria «Prémio Pedro Marques da Silva» 

20zz29a – TM – 2603 c.<br /> <br /> SPMI cria «Prémio Pedro Marques da Silva em Risco Cardiovascul...

por Zózimo Zorrinho | 02.07.2020

Filme «Saúde Digestiva by SPG»

A Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG) está a divulgar o filme «Saúde Digestiva by SPG».<b...

por Teresa Mendes | 30.06.2020

Miguel Pavão é o novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas 

 Miguel Pavão é novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), sucedendo a Orlando Monteiro d...

por Teresa Mendes | 29.06.2020

Fnam teme colapso dos serviços de saúde durante previsível nova vaga de SAR...

A Federação Nacional dos Médicos (Fnam) está preocupada com a ausência de medidas concretas e urgent...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Portugal adquire dois milhões de vacinas contra a gripe

Portugal já garantiu a aquisição de dois milhões de vacinas contra a gripe, revelou esta quarta-feir...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.