Fnam teme colapso dos serviços de saúde durante previsível nova vaga de SARS-CoV-2 

por Teresa Mendes | 29.06.2020

Sindicato apresenta 10 medidas para o SNS e valorização da profissão médica
A Federação Nacional dos Médicos (Fnam) está preocupada com a ausência de medidas concretas e urgentes há muito reivindicadas, temendo um «abandono dos médicos do Serviço Nacional de Saúde (SNS), com o consequente colapso dos serviços de saúde durante a previsível nova vaga de SARS-CoV-2».

Num comunicado divulgado esta sexta-feira, o sindicato dá conhecimento à população de 10 das medidas já enviadas para o Ministério da Saúde, passíveis de negociação faseada, e que considera serem «importantes contributos para o fortalecimento do SNS», mas para as quais «não obtivemos resposta».

Entre as medidas estão a consideração da profissão médica como de risco e penosidade acrescidos; a renegociação da carreira médica; a valorização do trabalho extraordinário efetuado em Serviço de Urgência e para a recuperação da atividade assistencial em atraso; a revogação da ausência de limite para as 150 horas de trabalho extraordinário; a redução do tempo normal de trabalho no Serviço de Urgência, das 18 para as 12 horas, e redimensionamento da lista de utentes dos médicos de família; o reconhecimento da figura legal de Autoridade de Saúde para os médicos de Saúde Pública, com consequente suplemento, e aplicação uniforme do regime de disponibilidade permanente; a abertura imediata dos vários concursos de progressão na Carreira Médica; ou a organização do trabalho em Serviço de Urgência com equipas dedicadas.

A Federação Nacional dos Médicos está preocupada com a ausência de medidas concretas e urgentes há muito reivindicadas, temendo um «abandono dos médicos do SNS, com o consequente colapso dos serviços de saúde durante a previsível nova vaga de SARS-CoV-2» 

No comunicado, a Fnam informa ainda que continua disponível para negociar e que se tal não vier a acontecer, «será o Ministério da Saúde o responsável pelo futuro do SNS e dos seus médicos».

20tm27b
29 de Junho de 2020
2027Pub2f20tm27b

Publicado previamente em  www.univadis.pt

E AINDA

29.07.2020

Quer o Senhor Ministro formar mais médicos sem as condições adequadas que g...

A plataforma para a formação médica em Portugal  manifesta o seu desagrado e discordância com as dec...

por Zózimo Zorrinho | 16.07.2020

COVID-19: Testes revelam presença de anticorpos em apenas 1,5% dos membros...

«A testagem de 2571 membros da comunidade académica da Universidade de Lisboa (ULisboa), mostrou a p...

14.07.2020

«Cardiologia»,  uma colecção para profissionais de saúde

«Cardiologia»,  é o título genérico de uma colecção para profissionais de saúde, lançada na próxima...

por Zózimo Zorrinho | 13.07.2020

Recomendação da vacinação antipneumocócica pela SPEDM

«Foi com enorme satisfação que o Movimento Doentes Pela Vacinação (MOVA) recebeu a notícia da recome...

por Zózimo Zorrinho | 13.07.2020

SPMI cria «Prémio Pedro Marques da Silva» 

20zz29a – TM – 2603 c.<br /> <br /> SPMI cria «Prémio Pedro Marques da Silva em Risco Cardiovascul...

por Zózimo Zorrinho | 02.07.2020

Filme «Saúde Digestiva by SPG»

A Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG) está a divulgar o filme «Saúde Digestiva by SPG».<b...

por Teresa Mendes | 30.06.2020

Miguel Pavão é o novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas 

 Miguel Pavão é novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), sucedendo a Orlando Monteiro d...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Portugal adquire dois milhões de vacinas contra a gripe

Portugal já garantiu a aquisição de dois milhões de vacinas contra a gripe, revelou esta quarta-feir...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Médicos de saúde pública defendem contratação «urgente» de mais profissiona...

O presidente da Associação Nacional dos Médicos de Saúde Pública (ANMSP) defendeu esta quinta-feira...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.